Tempos modernos: do caos à criatividade

Postado por

Regina Tavares

Mais posts
em 30/abr/2012 - 12 Comentários

Provavelmente, após ter lido o post anterior sobre trabalho e empregabilidade, as opiniões se dividiram: alguns de vocês julgaram a mensagem extremamente pessimista, enquanto outros vislumbraram novas formas de alcançar um lugar ao sol no mercado de trabalho. Pasmem! O cenário é mais favorável do que parece. É na crise (ou até no caos) que novas soluções criativas emergem e provocam verdadeiras revoluções.

O físico Ilya Prigogine ganhou o prêmio Nobel ao afirmar entre outras premissas que a ordem tem sua origem no caos, na crise. E se é verdade que as relações entre ordem e caos são mais complexas do que se supõe, então o desenvolvimento da ciência, da economia e das empresas não é linear. Ora o que já não foi criado a partir de um problema? Pense em objetos, processos, soluções, cargos, serviços etc. A crise é relevante para a própria evolução da humanidade.

Tomemos como exemplo a crescente complexidade do mercado de trabalho globalizado que, apesar de destruir empregos mecânicos e repetitivos, gera novas necessidades e funções que serão atendidas por pessoas conscientes deste universo instável e inquieto. Esta é a nova economia e a palavra do momento é criatividade.

Cientistas já admitem que a intuição, a emoção e, principalmente, a criatividade acompanham a lógica e o raciocínio metódico. A partir desta nova visão de mundo, as equipes de trabalho tornaram-se mais interdisciplinares e criativas. O desenvolvimento de uma rede conceitual e interativa entre economia, engenharia, psicologia, política, comunicação, entre outras áreas pode ser muito mais útil do que cada um na sua atuando de forma isolada em prol de questões universais como o aquecimento global.

A formação acadêmica na atualidade – inclusive na Universidade Cruzeiro do Sul – deve construir um novo significado para o trabalho. A ideia é profissionalizar-se sob um propósito emancipatório, transformador e revelador, afinal, a aceitação da realidade como ela é ou a passividade diante da crise enfrentada pelo mundo indicam uma vitória do pragmatismo e devem ser questionadas em um dos espaços propícios à reflexão: a Universidade. O estudante deve refletir sobre sua condição determinante na história. O seu trabalho é, sem dúvidas, a sua missão de vida. Pense nisso e crie novos estímulos para sua atuação profissional. Inté!

BLABLABLOGUE, PENSAMENTOS E CONVERSAS NA NET…

Postado por

Carlos Augusto Andrade

Mais posts
em 08/set/2011 - 4 Comentários

Com a internet, as pessoas puderam experimentar uma aproximação virtual enorme. Conversamos hoje com pessoas do mundo todo sem sair de casa.

Com o avanço dessa rede mundial, muitos gêneros discursivos, formas de interação entre as pessoas, foram surgindo, abrindo campo para as mais variadas possibilidades comunicativas.

Lembro-me muito bem do momento em que pudemos enviar os primeiros e-mails. Quanta festa; já poderíamos entrar em contato com familiares e amigos, sem precisar sair de casa e levar ao correio uma carta. Lógico que não estou dizendo que essa vantagem atingia a todos da população, mas uma parcela considerável já podia entrar no ciberespaço e navegar por essas paragens novas e desafiadoras.

Com o passar do tempo, a terrível linha discada, vai dando lugar a banda larga que, a cada ano, ficava mais barata, possibilitando o aumento de usuários. Hoje, podemos dizer que muitas pessoas estão conectadas. Se não de casa, nas lan houses, nas escolas ou em outros aparelhos públicos que oferecem o serviço.

Dos e-mails, serviços assíncronos, para os síncronos como o antigo ICQ e agora o MSN, possibilitando as conversas online pelos chats, ou via fone.

Neste post, gostaria de tratar do Blog. Este gênero é um site que possibilita uma atualização rápida por meio de artigos, informações e dos chamados “posts” como este que você está lendo. Um Blog típico combina texto, imagem, som, links e vídeos, com a finalidade de desenvolver um tema que faz parte da política criada para ele.

Antes do formato Blog se tornar amplamente conhecido, havia outros formatos para as chamadas comunidades digitais como: Usenet, serviços comerciais online, além das velhas (nem tanto) listas de discussão e fóruns especializados.

Uma evolução dos diários online, os Blogs estão mais incrementados devido a própria facilidade das tecnologias ligadas a eles. Novas ferramentas permitem a produção e manutenção das informações em ordem cronológica, facilitando a veiculação dos posts e permitindo, ainda, uma popularização desses veículos.

Você sabia que, em 2007, por meio de um motor de busca, chamado Tchnorati, foram localizados mais de 112 milhões de blogs? Há blogs dos mais varados assuntos, literários ou não.

Bem, queremos ofertar o livro Blablablogue, organizado pelo premiado escritor Nelson de Oliveira, da Terracota Editora, que possui uma seleção de posts de blogues literários, alguns deles muito visitados e premiados.

Para tanto, basta você acertar nossa charada do mês.

Por que o bombeiro não gosta de andar?

A primeira postagem com a resposta certa ganha o Blablablogue.

Super abraço!!!!

PENSAR PARA NÃO SER DEVORADO…

Postado por

Carlos Augusto Andrade

Mais posts
em 18/ago/2011 - 10 Comentários

Lembrei-me de alguns textos que li na escola enquanto garoto. Gostava muito das lendas gregas, entre elas, uma que me chamou muito a atenção foi a de uma Esfinge (em grego antigo Σφίγξ). Ela era um demônio de destruição e má sorte, parecida com um leão alado com cabeça de mulher. Segundo a lenda, foi enviada da Etiópia para Tebas por um Deus. Ela aterrorizava o povo de Tebas por meio de desafios e, se as pessoas não conseguissem desvendá-los eram devoradas.

Conta a lenda que Édipo, criado por pais adotivos, mas filho do rei Laio e de Jocasta, regentes de Tebas, muito conhecido por ter matado o próprio pai, para dar cumprimento a uma maldição que estava sobre o rei, teve um encontro com a Esfinge.

Ao se aproximar, recebeu o desafio derradeiro: Qual é o animal que tem quatro patas de manhã, duas ao meio-dia e três à noite? E aí, você estaria livre dos dentes daquela mulher com corpo de Leão. Édipo se safou, pois respondeu que era o homem, justificando que quando se nasce ele engatinha, portanto anda sobre quatro pés, ao crescer passa a andar sobre dois e, finalmente, ao ficar velho, devido ao uso de uma bengala, passa a estar sobre três pernas. Alguns dizem que a Esfinge morreu depois de ter sido derrotada por Édipo, outros dizem que ela devorou-se.

Gostava muito das lendas, pois esses textos nos faziam pensar. Éramos questionadores e o gênero “charada” era uma constante na escola.

É importante continuar refletindo, ser desafiado, para aprender a superar barreiras das mais variadas e não ser devorado por pseudo-inteligências. Não sei se a prática da charada ainda acontece na escola, mas para exercitarmos um pouco esse gênero, segue uma que fez parte da minha vida.

“Estava sobre a corrente das águas e podia observar a enxurrada que descia do alto e era acolhida no lugar que lavava os detritos dos cansados. Eu era o grande mergulhador e aquele que prendia as vestes até elas experimentarem a secura por meio dos ventos daquele lugar acolhedor”. Quem sou eu? Que lugar é esse?

Calma, fica o desafio, mas nada de ser devorado. O primeiro que postar uma resposta, ainda que aproximada, ganhará o livro “A Tríade” de minha autoria, com três outros escritores. O ganhador poderá retirar o livro na Universidade Cruzeiro do Sul, na Assessoria da Pró-reitoria de Extensão, ok?

Abraços lendários…

EXERCÍCIO FÍSICO COMO TERAPÊUTICA NO TRATAMENTO DA INSUFICIÊNCIA CARDÍACA

Postado por

Universidade Cruzeiro do SulSeja Bem-vindo ao Blog da Extensão da Cruzeiro do Sul.

Mais posts
em 04/mai/2011 - Sem Comentários

No dia 6/05 o Programa de Pós-graduação em Ciências do Movimento Humano promoverá a palestra “Exercício Físico como Terapêutica no Tratamento da Insuficiência Cardíaca” ministrada pelo palestrante Dr. Carlos Eduardo Negrão.

O evento é direcionado aos alunos da Pós-graduação e graduação da Universidade e ocorrerá às 15h, no auditório Santander, do campus Liberdade. A participação valerá como atividade complementar.

O Dr. Carlos Eduardo atua como diretor do Departamento de Reabilitação Cardíaca do Instituto do Coração – INCOR e da Faculdade de Educação Física e Esporte da USP além de Coordenador Adjunto da FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

LIRA D’ORFEO – LUNDU DE MARRUÁ

Postado por

Universidade Cruzeiro do SulSeja Bem-vindo ao Blog da Extensão da Cruzeiro do Sul.

Mais posts
em 27/abr/2011 - Sem Comentários

O curso de Música promoverá, no dia 28/04, às 11h30, o concerto LIRA D’ORFEO – Lundu de Marruá.

Com participação dos professores Edilson de Lima e Milton Castelli, a apresentação ocorrerá no auditório do bloco D e terá entrada gratuita aos interessados em ouvir uma boa música.

Conheça os integrantes do grupo:

Edilson de Lima
Guitarra Francesa
Guitarra Barroca

Milton Castelli
Violão de Arame

Rosemeire Moreira
Soprano

Sarah Abreu
Mezzosoprano (convidada)

ASSINE O FEED RSS

Acompanhe nosso blog pelo feed

O BLOG

O objetivo central do veículo é estimular o senso crítico e o poder de reflexão de seus leitores sobre temas que transitam entre conhecimentos científico e de caráter geral.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

TAGS