AS REINAÇÕES ESTÃO MUDADAS

Postado por

Carlos Augusto Andrade

Mais posts
em 25/nov/2013 - Sem Comentários

Carlos Andrade

Para quem leu Reinações de Narizinho, de Monteiro Lobato, tem pleno conhecimento do que o termo significa. Brincadeiras de crianças que deixam, às vezes, os adultos bem desconfortáveis e incomodados, ou nas palavras Michaellis[1]: sf (reinar+çãopop arte, traquinagem, travessura; brincadeira, pândega, troça.

narizinho

(imagem: fonte)

Pensei que isso fosse coisa de criança, nunca imaginei que fosse ver tanta pândega na vida adulta, principalmente no que se refere à política.

Os anos passam e parece que a troça continua; não uma que apenas alguma repreenda de conta. Na política, tudo é possível. As reinações nela crescem a cada dia e os que brincam com a paciência e tolerância do povo riem ao passar pelas ruas, até mesmo quando estão sendo presos, afirmando inocência. Nunca sabemos se estão rindo para nós ou de nós, sem bem que tenho minha resposta bem clara em relação a isso, demonstrada pela minha tendência anarquista, se bem que voto em todas as eleições, para tentar melhorar a situação, pelo menos tentando tirar os piores. Há políticos sérios, conheço alguns, bem poucos.

charge_politico

(Imagem: fonte)

Os “não sérios”, que são muitos, fazem travessuras com tudo: com a educação, com a saúde, com a segurança. Nunca vi tanto descalabro, a ruína da credibilidade se dá, por conta de que a cada dia menos pessoas olham para a política enquanto uma arte, como se pode observar em Michaellis[2] novamente: sf (gr politiké1 Arte ou ciência de governar. 2 Arte ou ciência da organização, direção e administração de nações ou Estados.

charge_mn_09_09_2012

(Imagem: fonte)

Assisti, com vergonha, a prisão de personalidades políticas nesses dias. É de ficar boquiaberto ao observar tamanha desconsideração que demonstram com os eleitores. Passar por um processo tão demorado e cheio de complicações, são condenados e ainda levantam as mãos como se fossem presos políticos.

Enquanto escrevia esse texto, Prof. Antônio Marcos, meu colega de CPA, mostrou-me um trecho do livro de Bauman (2000)[3] que faz uma citação de Castoriadis dizendo que: “Como colocou o Cornelius Castoriadis (filósofo, economista e psicanalista francês), o problema com nossa civilização é que ela parou de questionar. Nenhuma sociedade que esquece a arte de questionar ou deixa que essa arte caia em desuso pode esperar encontrar respostas para os problemas que as afligem – certamente não antes que seja tarde demais e quando as respostas, ainda que corretas, já se tornaram irrelevantes”.

Não estou aqui defendendo este ou aquele partido, na verdade, todos aqueles que roubaram a população, pois o dinheiro desviado é público, deveriam ser presos, e, uma vez condenados não só ficarem atrás das grades, mas também terem seus bens confiscados, para ressarcir o que desviaram, ou seja, promover a potencialidade de construção mais hospitais, creches e melhorar a educação entre tantas coisas.

Vamos acompanhar e ver como ficam as coisas… Em outro momento, num texto mais descontraído, falei sobre pasteis na feira, espero não ter de falar sobre de pizza nesse caso.

Quem diria que ao ler Monteiro Lobado e dar rizadas com Reinações de Narizinho, teríamos de ver, ler e ouvir sobre os Narizes em Pé que continuam reinando muitas vezes no mundo da impunidade. Será que as coisas mudarão?


[1] Dicionário on-line: (http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=reina%E7%E3o)

[2] Dicionário on-line: http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=pol%EDtica.

[3] BAUMAN, Z. Em busca da política. Rio de Janeiro: Zahar Editora, 2000.

O Pastel nosso de cada domingo!

Postado por

Carlos Augusto Andrade

Mais posts
em 14/nov/2013 - 1 Comentário

Carlos Andrade

 

O ser humano vive de tradições. Elas são das mais variadas: religiosas, familiares, gastronômicas.

Entre elas, percebi uma que ainda não havia saltado aos meus olhos. Ao fazer compras na feira de domingo, lá estava a Barraca de pastel da Cris bombando.

Um fila de pessoas imensa, querendo traçar um pastel. Uma das atendentes já disparou:

- Um especial de carne, outro de frango.

A outra não teve dúvidas:

- Rapidinho um de espinafre com queijo e o famoso camarão da Cris. Os mais vendidos.

Pastel de camarão

Não havia brigas na fila, todos comportados e prontos para esperar aquela massa bem recheada e frita no tacho cheio de óleo picante. Felizes, os clientes cumprimentavam a Cris, como se fosse aquela pessoa querida da família. Cris não deixava por menos: “levou quatro, qual deseja de brinde?”.

Percebi que, semanalmente, assim como muitos vão à Igreja, a barraca da Cris era também cortejada. Sem o pastel, como seria o domingo?

Entrei na fila, mesmo não podendo comer fritura. Afinal depois de uma tremenda gastrite; fritura deveria estar longe da minha alimentação. No entanto, como eu ficaria sem entrar naquela apoteótica necessidade do pastel quentinho, cheiroso e bem recheado. Poderia estar cometendo um sacrilégio, acabando com a tradição. O que aqueles vizinhos pensariam de mim?

Cheguei perto e disse: “Cris, um de camarão e um bolinho de bacalhau para viagem”. Ela, sorridente, não deixou por menos: “só isso hoje?”. Como não queria contrariar o universo, disse correndo: “ah, pode então por o delicioso quatro queijos”.

Missão cumprida, feira feita. A volta para casa tem um ar de dever cumprido e nada de penitência, pois o saquinho do pastel estava no carrinho.

Pastel de feira

E aí? Querido leitor, vai um pastel quentinho?, afinal:

Pastel nosso de cada domingo,

Bendito o óleo em que foste frito,

Venha, a nós, o aroma delicioso da carne seca com queijo,

Agora e na hora do café.

Abraços e até a próxima…

LAM realizará triagem de crianças com paralisia cerebral

Postado por

Universidade Cruzeiro do SulSeja Bem-vindo ao Blog da Extensão da Cruzeiro do Sul.

Mais posts
em 23/mai/2013 - Sem Comentários

De 23 a 25 de maio, das 8h às 18h, será realizada no Laboratório de Análise do Movimento – LAM, do campus Liberdade da Universidade Cruzeiro do Sul, uma triagem de crianças com paralisia cerebral para participar do programa de treinamento do andar com Sistemas de Suporte Parcial de Peso Corporal – SPPC*.

A avaliação selecionará crianças com idade entre 4 e 10 anos, que tenham diagnóstico de Paralisia Cerebral do tipo Espástica, e será feita por pesquisadores do LAM e do Instituto de Ciências da Atividade Física e Esporte (ICAFE) da Universidade.

As crianças serão submetidas a sessões realizadas três vezes por semana, em dias alternados, durante seis semanas, sendo cada sessão acompanhada por um grupo de profissionais especializados nesse tipo de treinamento (fisioterapeuta e educador físico).

Triagem
Data: de 23 a 25/05/2013.
Horário: das 8h às 18h.
Local: Universidade Cruzeiro do Sul – campus Liberdade
Endereço: Rua Galvão Bueno 868, 12° andar, Bloco B.
Importante: Caso os interessados não possam comparecer no período mencionado, entrem em contato com a Dra. Ana Barela ou Melissa Leandro Celestino, pelo telefone (11) 3385-3000, ramal 3049, ou pelo e-mail ana.barela@cruzeirodosul.edu.br , para verificar a possibilidade do agendamento.

*Utilizados como uma estratégia de treinamento do andar de pessoas com algum comprometimento no aparelho locomotor, permitindo a redução do alívio do peso corporal, minimizando as sobrecargas biomecânicas sobre os membros inferiores durante a locomoção.

Será possível ir além?

Postado por

Carlos Augusto Andrade

Mais posts
em 05/abr/2013 - 35 Comentários

Olá queridos leitores,

Faz tempo que deixei meus amigos blogueiros na mão.

Muitas coisas a serem feitas nesses últimos meses. Acabei esquecendo, um pouco, como é prazeroso escrever com o coração. Pode até soar como pieguice, mas acredito nisso de verdade. Podemos ter toda a destreza para construir um bom texto, mas há uma magia especial que nos envolve quando escolhemos palavras que representam aquilo que desejamos mostrar para nossos leitores, algumas delas, diria que são forjadas no fogo, preparadas para serem colocadas naquele lugar precisamente.

Hoje, gostaria de conversar sobre “ir além”, “superar-se”. Nesse nosso mundo louco, às vezes ficamos resignados a atividades repetitivas que nos deslocam de uma vida mais sensível e prazerosa, por isso mesmo desacreditamos de que é possível “ir além”. Achamos que se cumprirmos o arroz com feijão de cada dia, está tudo bem.

Acho que sempre é possível “ir além”, “superar-se”. E veja, digo isso não para que os outros vejam, mas para que nós mesmos possamos sentir essa evolução. É importante criar elementos motivadores que nos façam reconhecer, revelar nossas próprias maneiras de alcançar nossos sonhos. Ah, é muito importante tê-los (sonhar é preciso). Se ainda não pensou neles, nos objetivos de vida, agora é o momento… 1, 2 e 3… Conseguiu? Esforço minha gente, nada é de graça, tudo depende de nós.

Por que estou falando sobre essas coisas. Eu mesmo preciso de exemplos para continuar na procela, olhando para adiante e sonhando sempre. E isso aconteceu quando assisti nessa semana o telejornal que mostrou algumas provas das paraolimpíadas. Além de ficar motivado pela garra desses atletas, ficou claro para mim que sempre possível ir além.

Depois de ver a coragem de buscar superação nesses atletas, deparei-me com um vídeo na internet que mexeu muito comigo, você podem até conhecer, se já viu reveja. Fiquei impressionado com a de Nick Fujicio. Pare um momento com sua correria e assista/reveja:

Essas pessoas são como nós, buscam um lugar ao sol. E, puxa, elas dão tudo para alcançar seus sonhos e objetivos. Está na hora de fazermos o mesmo, não acha?

Que tal estudarmos indo além, que tal construirmos nossas amizades indo além? Quem sabe agora mesmo, enquanto lê esse texto, não queira dar uma paradinha e ir além, dando um abraço em quem está por perto. Sempre é possível superar-se.

Meus amigos blogueiros Regina, Marcelo e Renato continuaram escrevendo enquanto eu tive de dar uma paradinha para resolver outras coisas. Não deixei de ler os textos que postaram. Confesso que emocionei-me com muitos deles, ri com outros, aprendi com todos. É isso amigos, sou fã de vocês.

Agora é sua vez cara leitor…

Parafraseando o texto que termina praticamente o filme “Superman; o retorno”, eu gostaria de dizer que nunca estamos sozinhos, pois:

Você pode ser diferente.
Às vezes, as forças vão se esvair.
Lembre-se: você nunca estará só.
Nossas forças estarão unidas.
Poderá ver minha vida com seus olhos,

Assim como verei a tua com os meus…
O mestre transforma-se no discípulo… e o discípulo se transforma no mestre.

Um abraço forte, bem apertado e vamos juntos… sempre juntos, adiante e além.

Inscreva-se para o curso gratuito de Educação Financeira.

Postado por

Universidade Cruzeiro do SulSeja Bem-vindo ao Blog da Extensão da Cruzeiro do Sul.

Mais posts
em 02/abr/2013 - Sem Comentários

De 2 a 9 de abril a Universidade Cruzeiro do Sul inscreve para o curso de educação financeira gratuito e oferecido aos alunos de escolas públicas, com a idade de 14 a 19 anos, que residem próximo a São Miguel Paulista.

As aulas terão 16h e serão ministradas por monitores universitários capacitados pela Serasa. As turmas serão divididas às terças-feiras (16, 23, 30 de abril e 7 de maio) e às sextas-feiras (19 e 26 de abril, 3 e 10 de maio), sempre no mesmo horário, das 13h30 às 18h.

A iniciativa integra o projeto UniSol-Cidadã de extensão comunitária, da Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários e acontece desde 2012. Nesta fase, conta com a parceria da Universidade Solidária/Alfasol e Serasa Experian. O intuito é capacitar os jovens na prática de fazer orçamentos de gastos, atuar em temas de economia, tipos de investimentos, aumento de receitas, além de diminuir eventuais despesas.

As inscrições devem ser realizadas na sala 310 B, do campus São Miguel. Os 200 jovens selecionados receberão um aviso por e-mail ou mensagem SMS. Ao final do curso, os alunos receberão um certificado de participação.

Serviço
Curso gratuito de educação financeira
Datas de inscrição: 2 e 9 de abril de 2013, das 14h às 17h
Local: sala 310 B, no campus São Miguel
Endereço: Dr. Ussiel Cirilo, 225, Vila Jacuí
Informações pelo telefone: (11) 2937-5858 (apenas as terças e quintas-feiras, das 14h às 17h)

Dias das aulas
1ª turma: 16, 23, 30 de abril e 7 de maio, das 14h às 17h
2ª turma: 19 e 26 de abril e 3 e 10 de maio, das 14h às 17h

ASSINE O FEED RSS

Acompanhe nosso blog pelo feed

O BLOG

O objetivo central do veículo é estimular o senso crítico e o poder de reflexão de seus leitores sobre temas que transitam entre conhecimentos científico e de caráter geral.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

TAGS