A vida imita a arte

05/dez/2014

Por Regina Tavares

 Quem nunca sonhou em experimentar as invencionices dos filmes de ficção científica? Muitas das inovações tecnológicas de conhecidos enredos cinematográficos, tais como Inteligência Artificial, Matrix, O Exterminador do Futuro, Minority Report, Blade Runner e tantos outros, já ficaram no passado ou estão prestes a se tornar realidade.

back-to-the-future-2
imagem: divulgação

Prova disso é que ninguém mais se impressiona ao ver drones sobrevoando a cidade, carros sem motoristas, impressoras 3D, acesso remoto à eletrodomésticos, telas sensíveis ao toque ou ao gesto, namoros virtuais, bebês com tablets etc.

Imagine que não é mais exclusividade dos agentes secretos de Hollywood terem óculos capazes de exibir informações diversas como condições climáticas, agenda, e-mail ou status em redes sociais. Com os óculos da Google, já à disposição no mercado, é possível, inclusive, fotografar ou filmar o ambiente apenas com um comando de voz ou um piscar de olhos.  A Apple deve inaugurar sua segunda loja oficial no Brasil em 2015 e entre os seus objetos de desejo está o relógio inteligente que permite em meio a muitas funções, realizar ligações telefônicas sem complicação alguma.

glass2_verge_super_wide

Vale dizer que o custo disso tudo pode ser pago apenas com o uso de um smartphone. Nada de cartão, cheque ou dinheiro. Segundo os nerds futurólogos, não haverá nada mais démodé do que pagar com dinheiro.

Contudo, se a vida imita a arte, ainda não houve como superarmos algumas criações famosas do cinema. O skate voador da franquia De volta para o futuro tornou-se objeto de desejo sem prazo para se materializar. As luvas eletromagnéticas que permitem escalar prédios apenas com o uso das mãos ainda é uma exclusividade de Missão Impossível. Máquinas do tempo que possam nos transportar para diferentes períodos da humanidade também não saíram do roteiro de muitas ficções. Apagar instantaneamente da memória momentos que possam se transformar em lembranças negativas continua sendo mérito apenas de MIB – Homens de Preto.

Pelo visto o futuro chegou, mas a capacidade de superarmos o poder da imaginação nem se aproxima.

4 respostas para “A vida imita a arte”

  1. Sérgio M disse:

    Apesar de muitos objetos ainda não terem se materializado, em um futuro não tão distante com certeza teremos objetos como skate voador e luva magnética para escalar paredes.

  2. Realmente muito legal, não imaginava que já existiria essas coisas em tão pouco tempo.

  3. Mauro Tanaka disse:

    Muito bom! Eu de cara percebi que o skate voador era diferente e os movimentos da pessoa não combinava com os dos skates de verdaed.

  4. Realmente, a vida imita a arte. E chega até ser engraçado ninguém menos que Tony Hawk dando sua opinião sobre esse skate voador. Gostei da reflexão!

Deixe uma resposta

ASSINE O FEED RSS

Acompanhe nosso blog pelo feed

O BLOG

O objetivo central do veículo é estimular o senso crítico e o poder de reflexão de seus leitores sobre temas que transitam entre conhecimentos científico e de caráter geral.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

TAGS