Freud explica

29/mar/2012

Quem nunca ouviu falar no pai da psicanálise? Mesmo depois de mais de cem anos, o legado de Sigmund Freud é objeto de estudo nas mais diversas áreas; da medicina à linguística. A vida de Freud foi uma intensa luta em defesa de suas hipóteses psicanalíticas, enfrentando no início, a comunidade científica de sua época.

Temas polêmicos, como o papel da sexualidade, não eram bem vistos nas rodas científicas oficiais em que Freud circulava. O falso moralismo e a grande dificuldade de aceitar novas ideias eram alguns dos motivos para a resistência apresentada por alguns estudiosos de 1900, conforme nos conta o professor Durval Marcondes, tradutor das conferências do Freud (vide nota). Segundo o pesquisador, os trabalhos do inquieto Freud eram estudados de maneira tão minuciosa, que muitas vezes demoravam-se anos de exclusiva dedicação até que o mesmo resolvesse publicar suas pesquisas – expostas apenas quando bem fundamentadas. Polêmicos ou não, os estudos de Freud conquistaram efetivamente seu espaço e não há como negar sua relevância.

Quem se interessa por psicanálise pode se inscrever para o 1º Seminário Clínico Internacional com Joseph Knobel Freud, sobrinho neto de Freud que será realizado de 2 a 5 de abril, no campus Anália Franco da Cruzeiro do Sul.
Na ocasião, o Prof. Joseph Knobel Freud focará os aspectos da clínica psicanalítica direcionada à Psicanálise com crianças.

Dados do evento
Informações e inscrições
Clique aqui e acesse o site do EPPA

Fale com a coordenação do Evento
(11) 9944-9770
(24) 9992-6827

Horário das atividades: das 18h às 22h
Credenciamento: dia 02 de abril, das 16h às 17h45
Para quem não conhece os estudos de Freud, vai aí uma dica de leitura: “As cinco lições de psicanálise” com a tradução de Durval Marcondes e José Barbosa Corrêa. Segue abaixo, um pequeno vídeo em uma das raríssimas aparições do próprio Freud. Um verdadeiro achado! Acesse o link abaixo:

Inté!

5 respostas para “Freud explica”

  1. Helena disse:

    Conhecer o sobrinho neto do Freud?
    Não dá nem pra acreditar, professora! Adorei! Estarei lá marcando presença, com certeza, um evento inesquecível.

    Beijos.

  2. Larissa disse:

    Realmente achei muito interessante a proposta de conhecer, nada mais, nada menos que o sobrinho neto do Freud. Ouvir uma palestra com esse professor será não apenas uma honra, mas um marco histórico, avaliando não apenas os estudos de Freud, como do próprio Professor Joseph.

    Ao ler artigos sobre Freud, vi realmente que seus estudos não eram totalmente compreendidos em sua época. Se até hoje Freud provoca polêmica e inquietude, imagina em 1900?

    Também estarei lá hoje!

  3. Antonio disse:

    Pra quem não sabe, essa dica de leitura que a professora apresenta aqui no blog, há uma nota em que o próprio Freud envia ao professor Durval Marcondes, como forma de agradecimento a tradução de sua obra.

    Realmente, fiquei muito feliz com esse evento que a nossa Universidade nos proporcionou. Tentarei sair mais cedo do trabalho para assistir ao evento.

    Professora, não consegui verificar o link do vídeo mencionado no texto. Você pode enviar aqui novamente?

    Obrigado.

    Antonio.

  4. Regina Tavares disse:

    Olá, pessoal. Mil perdões pelo lapso. Eis o link do vídeo http://www.youtube.com/watch?v=WutYCooUvEQ

  5. danilo cardoso disse:

    Freud passou pelo que todos pensadores e desenvolvedores de novas teorias práticas passaram preconceito e inveja por não conseguirem acompanhar seu raciocínio e emprego desta técnica.

Deixe uma resposta

ASSINE O FEED RSS

Acompanhe nosso blog pelo feed

O BLOG

O objetivo central do veículo é estimular o senso crítico e o poder de reflexão de seus leitores sobre temas que transitam entre conhecimentos científico e de caráter geral.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

TAGS