Como está seu tempo em relação a atividades culturais? Você sabia que ao se envolver nessas práticas potencializamos nossas individualidades, tornando-as mais significativas, pois conseguimos observar que fazemos parte de um mundo criativo?

É, eu acredito que participar das artes, desenvolvendo-as, ou simplesmente sendo seu expectador, promove momentos de aprendizagem que ficam marcados na nossa história pessoal.

Como bem afirma Morin (2003, p, 57): “a arte, através da música, das artes plásticas, por exemplo, assim como o tipo de economia, modos de sobrevivências, etc., são componentes que constituem a cultura de um povo e são todos importantes na educação e no desenvolvimento humano”.

Pensando assim, podemos dizer que ao vivenciarmos tais momentos criamos oportunidades de reflexão e questionamento, conseguindo, inclusive responder a maioria das nossas inquietações. É isso mesmo, quanto mais cultura, mais conhecimento e, por conseguinte, mais liberdade.

Estar inseridos no contexto cultural contribui para fortalecer o “pertencimento”, ou seja, fazer parte de um grupo que se preocupa com o potencial criativo.

Sei que a correria do dia a dia não nos permite muito sair para o teatro, o cinema, a casa de show, os lugares de exposição. Do jeito que o mundo vai, quase tudo será visitado apenas pela Internet daqui um tempo. Não fazendo nenhuma crítica, pois acho fantástico o mundo virtual.

No entanto, quer saber de uma coisa? Temos de viver os dois mundos, nada de ficar debruçado em apenas um. Por isso tomei uma decisão, tenho de encontrar espaços na agenda apertada para atividades culturais no mundo real. Levamos poucas coisas dessa vida, mas o que comemos, viajamos e vemos devem fazer parte de uma memória que acredito possa ir conosco em todos os lugares por onde tivermos de passar.

Olha que legal! Está chegando mais uma Semana Cultural na Universidade. Ajustem suas agendas, pois no período de 26 a 30 de março, teremos atividades variadas bem pertinho da gente. Não haverá desculpas… Maiores informações em www.cruzeirodosul.edu.br

Abraços apertados, cheios de cultura para todos…

Referência para a leitura: MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. Traduçãoa, Catarina Eleonor F. da Silva e Jeanne Sawaya. 8. ed. São Paulo: Cortez.

Deixe uma resposta

ASSINE O FEED RSS

Acompanhe nosso blog pelo feed

O BLOG

O objetivo central do veículo é estimular o senso crítico e o poder de reflexão de seus leitores sobre temas que transitam entre conhecimentos científico e de caráter geral.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

TAGS