Com a internet, as pessoas puderam experimentar uma aproximação virtual enorme. Conversamos hoje com pessoas do mundo todo sem sair de casa.

Com o avanço dessa rede mundial, muitos gêneros discursivos, formas de interação entre as pessoas, foram surgindo, abrindo campo para as mais variadas possibilidades comunicativas.

Lembro-me muito bem do momento em que pudemos enviar os primeiros e-mails. Quanta festa; já poderíamos entrar em contato com familiares e amigos, sem precisar sair de casa e levar ao correio uma carta. Lógico que não estou dizendo que essa vantagem atingia a todos da população, mas uma parcela considerável já podia entrar no ciberespaço e navegar por essas paragens novas e desafiadoras.

Com o passar do tempo, a terrível linha discada, vai dando lugar a banda larga que, a cada ano, ficava mais barata, possibilitando o aumento de usuários. Hoje, podemos dizer que muitas pessoas estão conectadas. Se não de casa, nas lan houses, nas escolas ou em outros aparelhos públicos que oferecem o serviço.

Dos e-mails, serviços assíncronos, para os síncronos como o antigo ICQ e agora o MSN, possibilitando as conversas online pelos chats, ou via fone.

Neste post, gostaria de tratar do Blog. Este gênero é um site que possibilita uma atualização rápida por meio de artigos, informações e dos chamados “posts” como este que você está lendo. Um Blog típico combina texto, imagem, som, links e vídeos, com a finalidade de desenvolver um tema que faz parte da política criada para ele.

Antes do formato Blog se tornar amplamente conhecido, havia outros formatos para as chamadas comunidades digitais como: Usenet, serviços comerciais online, além das velhas (nem tanto) listas de discussão e fóruns especializados.

Uma evolução dos diários online, os Blogs estão mais incrementados devido a própria facilidade das tecnologias ligadas a eles. Novas ferramentas permitem a produção e manutenção das informações em ordem cronológica, facilitando a veiculação dos posts e permitindo, ainda, uma popularização desses veículos.

Você sabia que, em 2007, por meio de um motor de busca, chamado Tchnorati, foram localizados mais de 112 milhões de blogs? Há blogs dos mais varados assuntos, literários ou não.

Bem, queremos ofertar o livro Blablablogue, organizado pelo premiado escritor Nelson de Oliveira, da Terracota Editora, que possui uma seleção de posts de blogues literários, alguns deles muito visitados e premiados.

Para tanto, basta você acertar nossa charada do mês.

Por que o bombeiro não gosta de andar?

A primeira postagem com a resposta certa ganha o Blablablogue.

Super abraço!!!!

4 respostas para “BLABLABLOGUE, PENSAMENTOS E CONVERSAS NA NET…”

  1. Flavia de Souza Marques disse:

    Porque ele socorre.

    • Carlos Andrade disse:

      É isso aí Flávia, que agilidade hein… rs. A partir da próxima semana, pode passar na Pró-reitoria de Extensão, para pegar seu Blablablogue.

      Abraços e olhe outros posts, você poderá ganhar outros livros.

  2. Flavia de Souza Marques disse:

    Retirei ontem meu livro… só pela introdução já achei super interessante!
    Adoro Blogs! =)
    Obrigada!

  3. Douglas André disse:

    Ah, professor, me lembro da época em que a gente recebia cartas dos amigos, parentes, etc, depois veio o telefone e agora ninguém manda cartas para nós, só recebemos contas pelo correio… Quem dessa juventude sabe o que é um selo, um remetente? Mas deixando o saudosismo de lado gosto muito do fato de a transmissão da informação aumentar a cada dia, independente do meio utilizado; ela torna-se mais acessível e democrática. Quem antigamente vivia bem sem a Internet agora a considera essencial.

Deixe uma resposta

ASSINE O FEED RSS

Acompanhe nosso blog pelo feed

O BLOG

O objetivo central do veículo é estimular o senso crítico e o poder de reflexão de seus leitores sobre temas que transitam entre conhecimentos científico e de caráter geral.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

TAGS